Ter, 19 de dezembro de 2017, 15:29

IMPACTO SOCIOAMBIENTAL EM ÁREAS URBANAS: UM CASO DO BAIRRO LUIZ ALVES EM SÃO CRISTOVÃO – SE
IMPACTO SOCIOAMBIENTAL EM ÁREAS URBANAS: UM CASO DO BAIRRO LUIZ ALVES EM SÃO CRISTOVÃO – SE

Projeto de Pesquisa "IMPACTO SOCIOAMBIENTAL EM ÁREAS URBANAS: UM CASO DO BAIRRO LUIZ ALVES EM SÃO CRISTOVÃO – SE"


Coordenadora do Projeto

Anézia Maria Fonsêca Barbosa

Professores Envolvidos

Clêane Oliveira dos Santos


As modificações territoriais existentes no espaço geográfico são resultantes do forte processo de atuação que as sociedades promovem em diversos espaços habitados por elas (SANTOS, 2008). No entanto, a desigualdade inerente à formação social e as condições econômicas da comunidade de um determinado local, são fatores fundamentais para o ordenamento territorial da população sobre a superfície terrestre.

Para Bitoun (2004) o modelo de reprodução do espaço urbano no século passado foi orientado a partir das condições socioeconômicas da população, a qual se acomodou dentro da crise ambiental, cada dia mais forte no espaço urbano por se ampliar de forma acelerada sem nenhum planejamento por parte do poder público local. É nesse sentido que, se propõem fazer uma discussão dos impactos socioambientais existentes no modelo de ocupação do bairro Luiz Alves em São Cristovão - SE. Para isso, destacamos como pergunta norteadora se as organizações sócio-espaciais no bairro estão atendendo a necessidade da população local?. Desse modo, o projeto de pesquisa apresentado tem dentre outras finalidades, ou seja, pretende promover aos estudantes do Ensino Médio do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Sergipe-UFS o estímulo à pesquisa, bem como compreender a sua participação, como componente essencial para a organização do espaço geográfico que habita, estreitando assim, o elo entre a Ciência Geográfica e as suas ações cotidianas, relação essa contundente na análise da Geografia Humana e Regional.

Ademais, os objetivos da pesquisa são: analisar as formas de organizações sócio-espaciais no bairro Luiz Alves e suas consequências para o ambiente local. Nessa etapa da pesquisa, deveremos identificar as redes de infraestruturas implantadas no bairro. A metodologia adotada nesta investigação será o estudo de caso por permitir que se conheça de maneira ampla e detalhada o objeto a ser estudado. De acordo com Ventura (2007), descrever e caracterizar estudos de caso não é uma tarefa fácil, pois eles são usados de modos diferentes, com abordagens quantitativas e qualitativas [...], com aplicação em muitos campos do conhecimento. Portanto, por tamanha complexidade dos agentes sociais envolvidos na pesquisa e para dar conta dos objetos propostos, optou-se pelos seguintes caminhos metodológicos:

1- Levantamento e estudo do material bibliográfico;

2- Pesquisa de Campo desenvolvendo as etapas de Observação e de aplicação de entrevistas.

Assim, os primeiros resultados encontrados na observação em campo, destacamos que as condições de organização da população local ainda estão a desejar e que as ações do poder público na melhoria das condições socioambientais dos moradores do bairro estão muito abaixo do que é esperado por eles.


Entidade Financiadora

FAPITEC


Notícias UFS