Qua, 20 de dezembro de 2017, 14:56

Feira da Francofonia
Feira da Francofonia

Projeto de Ensino e Extensão "Feira da Francofonia"


Coordenador do projeto

Ricardo Costa dos Santos

Professores Envolvidos

Adriano Ramos Silva

Alfredo Bezerra dos Santos

Anézia Maria Fonseca Barbosa

Andreza Santos Cruz Maynard

Antônio Carlos Silva Junior

Carlos Alberto Barreto

Carlos Rodolfo Sampaio

Clêane Oliveira dos Santos

Dagoberto De Oliveira Machado

Eccia Alecia Barreto De Jesus

Jailton de Jesus Costa

Jane dos Santos

Marcelo Oliveira Uchoa

Marcleia Elias Moura

Marcos Antônio Silva Pedroso

Maria Josefa de Menezes Almeida

Marília Menezes Nascimento

Mariza Alves Guimarães

Nemésio Augusto Álvares Silva

Rodrigo Belfort Gomes

Rodrigo Belfort Gomes

Saulo Henrique Souza Silva

Silaine Maria Borges

Silvânia da Silva Costa


A Feira da Francofonia/CODAP foi criada no ano de 2013, com o objetivo de divulgar a cultura em língua francesa e demonstrar a importância desse idioma na formação dos alunos da Escola Básica. Refutava-se, neste sentido, o discurso insipiente que decreta a morte da língua francesa. Vale ressaltar que o Colégio de Aplicação é a única escola do Estado de Sergipe a conservar o francês em sua grade curricular. Em 2014, a Feira da Francofonia/CODAP torna-se parte do calendário escolar do Colégio de Aplicação e ganha o nome da Prof.ª Isolina Maria Nery Tavares, homenagem à professora que muito fez pela disciplina língua francesa e pelo crescimento do colégio.

Com o intuito de vivenciar a cultura dos países francófonos, as turmas são divididas em países, através de um sorteio: 6°A França, 6°B Camarões, 7°A Martinica/ Guadalupe, 7°B Bélgica, 8°A Congo, 8°B Canadá, 9°A Madagascar e 9°B Suíça. Em cada edição da Feira é feito um novo sorteio para que outros países francófonos /ou aspectos da cultura sejam estudados. Em 2014 foram priorizados os países de língua francesa participantes da Copa do Mundo no Brasil.

Apesar do idioma francês ser o ponto de partida, professores de outras áreas contribuem com a atividade, pois envolvendo toda escola, pode-se explorar diversos aspectos do país em foco


Notícias UFS