PŠgina Principal

 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

Estilo atual: Padr√£o

  • Formul√°rios
  • Links
  • Localize
  • Perguntas Frequentes

    1. Como faço para ingressar no Colégio de Aplicação?

    Resp.: Desde o ano de 2009, o processo para ingressar no Colégio de Aplicação/UFS é feito por meio de Sorteio Público, através de Edital. O responsávelo pelo aluno, na data prevista no Edital, apresenta-se ao Codap a fim de realizar a inscrição do candidato. Consta do Edital, além do período de inscrição, a data, horário e local do Sorteio Público. Todo o Sorteio Público é filmado pelo CESAD - Centro de Estudo Superior à distância -, proporcionado, assim, transparência pública.

    2. Como contatar o Colégio de Aplicação da UFS?

    Resp.: O contato pode ser feito:

              1. www.codap.ufs.br

              2. pelos telefones:

                        2.1. 2105-6930 (Direção);

                        2.2. 2105-6936 (Vice-Direção);

                        2.3. 2105-6930 (Secretaria);

                        2.4. 2105-6932 (Orientação); e

                        2.5. 2105-6933 (Supervisão).

    3. Qual o endereço do Colégio de Aplicação da UFS?

    Resp.: Av. Marechal Rondon, S/N, Bairro Rosa Elze, São Cristóvão/SE, CEP: 49100-000

    4. Qual o horário de funcionamento do Colégio de Aplicação da UFS?

    Resp.: O horário de funcionamento do Codap/UFS é de 08h00 às 18h00

COMUNICADO DA DIREÇÃO

 A Direção informa o início do ano letivo no dia 24/04 (quinta-feira), conforme encaminhamentos da Assembleia Geral do movimento SOS Codap, realizada no dia 22/04.

ESTÁ DISPONIVEL A LISTA DE MATERIAIS, VERIFIQUE NAS NOTICIAS DO SETOR!

 

BREVE HISTÓRICO:

 

 

O Colégio de Aplicação, antigo Ginásio de Aplicação (G. A.), criado em 30 de junho de 1959, pertencia à Faculdade de Filosofia de Sergipe, com objetivo de servir como campo de estágio daquela Faculdade. Em 30 de dezembro de 1965, foi autorizado o 2º Grau com opções para o Clássico e o Científico, passando o Ginásio de Aplicação a denominar Colégio de Aplicação da Faculdade Católica de Filosofia de Sergipe.

 

Em 1968, foi criada a Universidade Federal de Sergipe que incorporou a Faculdade de Filosofia e o Colégio de Aplicação em sua estrutura administrativa e pedagógica.

 

Em 1981, o Colégio de Aplicação transferiu-se para o Campus Universitário, passando a ser um órgão Suplementar, ligado diretamente à Reitoria e assumindo, além das funções do Ensino e Estágio, as atividades de Pesquisa e Extensão. Mantendo uma relação direta com o Centro de Ciências Humanas, propondo-se a ser campo de pesquisa, experimentação e prática pedagógica, além de servir como veículo de difusão de tecnologias educacionais para a Comunidade de 1ºe 2º Graus.

 

A partir de 1993 o Colégio passou a ser vinculado pedagogicamente à Pró–Reitoria de GraduaçãoPROGRAD a fim de obter um maior envolvimento com os Departamentos/UFS.

 

Em 1994, o Colégio passou a funcionar em sua sede própria.

 

Em 2006, o Colégio passa a ter representantes nos Conselhos Superiores da Universidade

 

Atualmente funciona regularmente o Ensino Fundamental do 6° aoano (com 210 alunos) e o Ensino Médio (com 240 alunos). Desenvolve o projeto de Extensão EJA (com 160 alunos) e projetos de Pesquisa em Iniciação Científica. Hoje o seu Quadro Docente é constituido de 30 Professores Efetivos e 7 Professores Substitutos. E conta com  um Quadro 18 Técnicos - Administrativo.

 

OBJETIVOS:

 

Servir de campo de observação, pesquisa, experimentação, demonstração, desenvolvimento e aplicação de métodos e técnicas de ensino.

 

Proporcionar a prática de ensino aos alunos do curso de Licenciatura e estágios supervisionados aos alunos dos demais cursos de graduação da Universidade Federal de Sergipe e de outras IES.

 

Desenvolver a Pesquisa científica e produzir conhecimentos, visando ao aperfeiçoamento dos profissionais da Educação Básica.

 

Instrumentalizar o educando para uma atuação crítica e produtiva no processo de transformação e construção consciente de uma sociedade justa, humanitária e igualitária.

 

Atuar na formação e desenvolvimento psicológico, social, cultural e afetivo do aluno, proporcionando conhecimentos e habilidades que lhe permitam prosseguir seus estudos.